Reverências, piano a 4 mãos, 20’

Nota de concerto

Ciclo Reverências (2009-2016)

O Ciclo de peças Reverências é um conjunto de obras escritas em referência às linguagens composicionais de compositores e compositoras que marcaram minha formação. Neste momento, o ciclo conta com três peças para piano a quatro mãos. A primeira é a Abertura Soviet – a Dmitri Shostakovich, composta e estreada em 2009. O primeiro tema é grandioso e o segundo, mais intimista, representando duas facetas históricas da vida deste compositor: de um lado, o compositor sujeito às regras estéticas do Estado, compelido a expressar grandiosidade e vigor; de outro, o compositor com inspiração mais livre, compondo secretamente para sua “gaveta”. A segunda peça, Adagio Misterioso – a Gustav Mahler, começa com variações sobre o motivo que chamei de “carruagem mágica”, presente em algumas obras do compositor, como a Quarta Sinfonia. A linguagem aqui remete ao período do romantismo tardio e transição para o século XX, com os primeiros passos do atonalismo. A obra se desenrola como uma fantasia, combinando o pastoral e o misterioso, algumas alusões ao motivo “tristão” e à tarde de um fauno, e ao final uma breve citação do início da Primeira Sinfonia. A terceira peça se intitula Dança do menino Tuhú – a Heitor Villa-Lobos, e tem um espírito brincalhão, dançante e popular, representando as estripulias do menino Tuhú, apelido de Villa-Lobos quando era criança. Na parte central o caráter é mais emocional e se constitui como citação da conhecida peça “Alma Brasileira”. O ciclo está impregnado de uma estética tonal com alguns toques de livre atonalismo. A segunda e terceira peças, compostas entre fevereiro a abril de 2016, que estréiam neste concerto, possuem elementos cíclicos, ausentes na primeira. Estas três peças têm uma estrutura formal tradicional, a linguagem musical sendo propositalmente tonal e conservadora, no intuito de estabelecer um diálogo aberto com estes três pilares da música de concerto do século XX. São reverências a estes mestres, referências na minha formação.

Concerto dia 03/05/2017

Duo Castelan & Barros

Auditório do Departamento de Música

UDESC

Ouça as três peças